Área Restrita
Destaque
ATHENAS NOTÍCIAS
ESPECIAL - IGC
ESPECIAL - IGC 2
CONHEÇA - CRD
NOVA PÓS-GRADUAÇÃO
TEASER VEST ATHENAS 2016/2

Notícias

Curso de Fisioterapia promoveu aulas práticas de Equoterapia
05/05/2016

Curso de Fisioterapia promoveu aulas práticas de Equoterapia

No último dia 22 de abril, acadêmicos do 6º período do curso de Fisioterapia da Faculdade Meta (FAMETA) participaram de aulas práticas de Equoterapia, realizadas no Rancho Porta do Céu, localizado na BR 040. As atividades foram supervisionadas pela Prof.ª Patrícia Carneiro Fontineles Alves, docente da disciplina homônima. De acordo com a organização da atividade, os alunos foram recepcionados pelos funcionários do estabelecimento, onde foi apresentada toda a estrutura física, animais e materiais de encilhamento, que são utilizados durante uma sessão de equoterapia. OS BENEFÍCIOS DA EQUOTERAPIA - Segundo a ANDE-Brasil, a Equoterapia é um método terapêutico que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência e/ou com necessidades especiais. A Equoterapia utiliza o cavalo como agente promotor de ganhos físico e psíquico. Esta atividade exige a participação do corpo inteiro, contribuindo, assim, para o desenvolvimento da força muscular, relaxamento, conscientização do próprio corpo e aperfeiçoamento da coordenação motora e do equilíbrio. “Neste primeiro contato com os animais, os alunos tiveram não só a oportunidade de os conhecer, mas também de aprender como é realizado o manejo dos mesmos. Uma das importâncias dessa atividade é aproximar o animal do aluno, fazendo com que o mesmo perca o medo e que, por consequência, adquira confiança no cavalo. Um outro aspecto da aula, se aplica às atividades em que o praticante nos termos da Equoterapia, pode realizar durante uma sessão. A prática equoterápica não se limita apenas em colocar o praticante em cima do cavalo, mas sim, desenvolver tarefas que visem o cuidado com o animal, desenvolvendo o senso de responsabilidade e compromisso, além da a afetividade. A importância desta atividade abrangeu não só o conhecimento técnico-cientifico, como também o crescimento pessoal de cada aluno, valorizando cada vez mais esse animal, que tanto bem faz, não só aos com necessidades especiais, como também a todos que se rendem aos seus encantos.”, finalizou Alves.

Acadêmicos do 3º período de Educação Física apresentaram Mostra de Danças Populares
04/05/2016

Acadêmicos do 3º período de Educação Física apresentaram Mostra de Danças Populares

Acadêmicos do 3º período do curso de Educação Física (licenciatura) da Faculdade Meta (FAMETA) apresentaram uma mostra de danças populares, no auditório da FAMETA, no último dia 28 de março, ás 19h. A atividade fez parte do processo de avaliação da disciplina de Dança e Manifestações Folclóricas, ministrada pelo Prof.º Diego Ávalo de Moraes. De acordo com a organizações, as apresentações foram realizadas pelos acadêmicos e fizeram parte da primeira fase com a pesquisa, ensaios e apresentação final. No segundo momento, os alunos irão submeter o conteúdo absorvido na faculdade para alunos da Escola Estadual Raimundo Gomes, tendo como resultado final, apresentações destas danças folclóricas, devidamente supervisionados. Segundo Diego, o projeto teve como objetivo principal efetivar a importância do conteúdo relacionado das danças folclóricas e brincadeiras populares. “É muito bom ter a oportunidade de promover esses ritos tão esquecidos com o passar dos anos. E nas Escolas, a disciplina de Educação Física é uma das principais ferramentas no resgate da cultura popular. Aproveito a oportunidade para parabenizar os acadêmicos pelo empenho e dedicação na realização deste projeto e o excelente resultado por ele apresentados, demonstrando o interesse em desenvolver essa modalidade de atividade.”, finalizou Moraes.

Acadêmicos do 9º período de Fisioterapia realizaram atendimentos no HUERB
03/05/2016

Acadêmicos do 9º período de Fisioterapia realizaram atendimentos no HUERB

Acadêmicos do 9º período do curso de Fisioterapia da Faculdade Meta (FAMETA) prestaram uma série de atendimentos fisioterapêuticos no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (HUERB), sob a supervisão das docentes Michelle de Paiva Frauzino e Quiria Ribeiro da Silva. Os atendimentos são parte da formação acadêmica do aluno. O Estágio Supervisionado em Fisioterapia Hospitalar acontece desde 2015, em parceria com o HUERB, sendo realizados, a partir dessa data, mais de 350 atendimentos no setor de enfermaria. As docentes fizeram afirmativas e explicações sobre os trabalhos realizados no hospital. “Os principais objetivos da atuação da fisioterapia em um hospital são os de minimizar os efeitos da imobilidade no leito, prevenir e/ou tratar as complicações respiratórias e motoras, bem como promover a integração sensória motora e cognitiva. Os estudantes aprendem a intervir na reabilitação precoce de pacientes portadores de sequelas neurológicas, comprometimentos ortopédicos e distúrbios respiratórios. Os atendimentos são realizados de forma interdisciplinar com profissionais da psicologia, enfermagem, fonoaudiologia, medicina e serviço social. O acadêmico é estimulado a romper com o modelo biomédico de atenção, centrado na doença e focar a assistência no indivíduo, respeitando os princípios da Universalidade, Integralidade e Equidade. O estágio agrega, ainda, os conhecimentos já adquiridos durante as práticas em Fisioterapia Dermatofuncional e Atenção Básica na assistência de úlceras cutâneas, por intermédio da aplicação de laser terapêutico. Inovação na unidade que vem surpreendendo muitos profissionais com relação aos resultados obtidos.”, elucidaram as professoras. “O estágio hospitalar é de suma importância para a fomentação dos saberes aprendidos durante a graduação, fornecendo habilidades práticas para os futuros profissionais, que brevemente, estarão no mercado de trabalho.”, finalizou a Coodenadora do Curso de Fisioterapia da FAMETA, Mireilly Marques Resende.

Raio X das ações dos cursos da saúde da FAMETA no Dia Mundial da Saúde
03/05/2016

Raio X das ações dos cursos da saúde da FAMETA no Dia Mundial da Saúde

No último dia 09 de abril, das 10h ás 22h, o Via Verde Shopping localizado em Rio Branco (AC) convidou a Faculdade Meta (FAMETA) para realizar uma ação conjunta, envolvendo todos os cursos da área da saúde para uma ação especial, comemorando o Dia Mundial da Saúde, celebrado anualmente no dia 07 de abril. Os cursos de Odontologia, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Biomedicina e Educação Física estiveram presentes ofertando, nas suas diversas áreas, atividades variadas voltadas para o público geral. Estiveram presentes nas atividades os coordenadores, professores e acadêmicos dos cursos da saúde da Faculdade Meta: Karolina Sabino (Coordenadora de Farmácia), Mireilly Resende (Coordenadora de Fisioterapia), Isabelly Saadi (Coordenadora de Enfermagem), Moisés Franco (Coordenador de Odontologia), José Aparecido (Coordenador de Educação Física), e por fim, Danilo Faustino (Professor de Biomedicina). RAIO X DAS ATIVIDADES - Biomedicina: O curso de Biomedicina atuou na publicidade e comunicação com entrega de panfletos e convites verbais à população. Os alunos também responderam a questionamentos, e participaram ativamente do evento. Dessa forma, os alunos e a instituição colaboram com a população de forma ativa. Educação Física: Tendo em vista as comprovações científicas da importância dos exercícios físicos como um dos mecanismos na promoção da saúde e o aumento da procura por profissionais voltados a essa área, o curso de Educação Física realizou dois aulões, abordando HIIT e Danças. Essas atividades foram desenvolvidas com objetivo de oferecer um momento de interação, conhecimento e esclarecimento no que se refere ao curso ofertado na instituição. O Stand do Curso de Educação Física estava sob a Coordenação do Professor Diego Ávalo de Moraes e contou com a presença e colaboração dos acadêmicos do 1º e 3º período de Educação Física (Licenciatura/Bacharel). Enfermagem: O curso de Enfermagem desenvolveu ações de Aferição de Pressão Arterial e Orientações aos cuidados preventivos às doenças cardiovasculares, com acadêmicos do 1º e 5º períodos. Desta forma, a instituição colabora com a população nos esclarecimentos de medidas que possam melhorar a qualidade de vida, através de estratégias de promoção da saúde. Farmácia: O curso de Farmácia atuou demonstrando algumas atividades na área da Farmácia Magistral, trazendo alguns medicamentos manipulados preparados pelos próprios alunos, bem como algumas vidrarias e equipamentos utilizados na produção dos mesmos. Além disso, foram distribuídos folhetos explicativos, assim como esclarecidas algumas dúvidas sobre automedicação. Os alunos do curso de Farmácia participaram ativamente nesta atividade, recebendo e orientando o público que passava pelo local. Algumas amostras de gel para massagem e hidrante para as mãos produzidas pelos acadêmicos foram distribuídos no evento. Fisioterapia: O curso de Fisioterapia promoveu de forma didática e mais acessível a exposição da profissão de fisioterapia e a saúde. Os acadêmicos do curso de Fisioterapia orientaram a sociedade acreana sobre a função desempenhada pela profissão, a importância da qualificação acadêmica e quebrando paradigmas sobre as diferenças claras entre o fisioterapeuta e o massagista. Odontologia: O curso de Odontologia realizou atividades de instrução de higiene oral e outras relacionadas as disciplinas, que os alunos já cursam como demonstração de escultura de elementos dentários a partir de ceras, exposição de biomateriais odontológicos e promoção da saúde bucal para a população. De acordo com a Coordenadora do curso de Farmácia, Karolina Sabino, todas as coordenações encaram a atividade como uma ação de grande relevância para a sociedade local por promover a saúde de um modo geral. “Foi interessante também termos a oportunidade de divulgar os cursos da saúde, como as áreas de atuação, a duração dos cursos e as atividades realizadas por esses profissionais, além do contato que o acadêmico tem com o público, já exercendo sua profissão e criando autonomia nas tomadas de decisões e orientações específicas de sua área. Todos os procedimentos apresentados durante essa ação foram supervisionados pelos Coordenadores e Professores da FAMETA, a quem, em nome da nossa faculdade eu agradeço pela parceria e pelo ótimo trabalho desempenhado por todos nós.”, finalizou a docente.

FAMETA realizou palestra com o tema “Redesim”
02/05/2016

FAMETA realizou palestra com o tema “Redesim”

Nos dias 26, 27 e 28 de abril, a Faculdade Meta (FAMETA) realizou uma palestra sobre a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), das 19h ás 20h55. Estiveram presentes os alunos do 4º e 5º período do curso de Ciências Contábeis, e os docentes Marcelo Augusto e Fabrícia Mirzaellen. As atividades foram aplicadas em dois dias de palestras e um dia de oficina. SOBRE A REDE - O Redesim é um sistema integrado que permite a abertura, alteração, baixa e legalização de empresas na Junta Comercial dos Estados Brasileiros. Essa integração é através de um convênio entre a Junta Comercial, Sebrae Nacional, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o Departamento de Registro Empresarial e Integração. De acordo com o Coordenador do Curso de Ciências Contábeis, Marcello Victor Lima de Araújo e Araújo, o evento foi realizado com a finalidade de trazer o aluno para as práticas contábeis. “Os conhecimentos disseminados aqui poderão ser utilizados na disciplina de Estágio Supervisionado I.”, finalizou o Marcello.

29/04/2016

Cadastro Nacional de Concluinte vai reunir informações sobre diplomas

O Cadastro Nacional de Concluintes (CNC) será posto à disposição pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), mas a inscrição no portal será feita por todos os concluintes dos cursos de graduação como condição curricular obrigatória à diplomação. A partir de maio, todos os diplomas de graduação estarão disponíveis para consulta em um portal oficial do Ministério da Educação. O anuncio foi feito pelo ministro Aloizio Mercadante nesta quarta-feira, 27. Segundo Mercadante, a transparência das informações visa a acabar com a fraude de diplomas no país. “Todos os diplomas do Brasil estarão em um único cadastro, público e transparente. Assim saberemos se qualquer pessoa é formada ou não, em qual curso, quando se formou e qual instituição”, disse. O Cadastro Nacional de Concluintes (CNC) será posto à disposição pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), mas a inscrição no portal será feita por todos os concluintes dos cursos de graduação como condição curricular obrigatória à diplomação. Nesse cenário, as instituições de educação superior serão obrigadas a acompanhar o questionário do estudante e informar a conclusão do curso e a emissão dos diplomas. “Se está no portal do MEC, está formado; se não está, é fraude. Não tem como escapar mais”, disse o ministro. “Com esse portal, vamos ter o controle e acabar com a venda de diplomas no Brasil.” A iniciativa visa a melhorar a qualidade das instituições e dos cursos ofertados, além de liberar informações para autoavaliação das instituições. A plataforma pretende também oferecer um banco de dados sobre os egressos. Nele, os estudantes formados poderão compartilhar sua evolução profissional pelo período de um a três anos. O ministro anunciou também a criação do Grupo de Trabalho de Avaliação do Desempenho da Educação Superior (Gtaes), composto por 15 entidades. Criado para instituir novos indicadores de qualidade da educação superior brasileira, o grupo terá entre 30 e 60 dias para apresentar os ajustes finais de todo esse processo. Fonte: ABMES

29/04/2016

Fies tem prazo de aditamento de contrato prorrogado

O prazo para os aditamentos de renovação semestral dos contratos do Financiamento Estudantil (Fies) do primeiro semestre de 2016 foi prorrogado para o dia 31 de maio. A portaria publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (29) também prevê liberar até o dia 31 de maio o aditamento de suspensão temporária do prazo de utilização do financiamento referente ao segundo semestre de 2014 e durante todo o ano de 2015. Os aditamentos devem ser feitos por meio do sistema informatizado do Fies nas páginas do Ministério da Educação. Na quarta-feira (27), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou mudanças no processo de seleção de alunos e na escolha de cursos prioritários do Fies a partir do segundo semestre deste ano. As alterações ocorrem após entidade do setor divulgar levantamento apontando que quase metade das 250 mil vagas de financiamento do primeiro semestre estavam ociosas. A partir do segundo semestre, o Ministério da Educação (MEC) vai adotar sistema parecido com o do ProUni na hora da seleção dos estudantes: os inscritos poderão mudar a opção de curso quantas vezes quiserem de acordo com a nota de corte que será divulgada pelo sistema a partir do segundo dia de inscrições. O processo seletivo do segundo semestre será antecipado para 14 de junho e seguirá até o dia 17. O resultado sairá em 20 de junho. NOTA DE CORTE - No novo formato do processo, o estudante escolhe inicialmente uma opção de curso. A partir do segundo dia de inscrições, o Fies Seleção calcula e divulga a nota de corte para cada curso. Durante o período, o estudante pode alterar sua opção de curso quantas vezes desejar. As inscrições ocorrerão ao longo do semestre, de acordo com a disponibilidade das vagas. Caso o candidato altere ou cancele sua inscrição no Fies Seleção, a vaga volta a ser disponibilizada pelo sistema para nova inscrição. CURSOS PRIORITÁRIOS - O MEC decidiu reduzir o percentual de contratos que deveriam ser fechados exclusivamente com estudantes das áreas de saúde, engenharia e licenciatura. Antes, essas áreas recebiam 70% dos financiamentos. A partir do segundo semestre o percentual será reduzido para 60%. Ainda dentro de cada uma das subáreas haverá nova divisão: Cursos prioritários da área de saúde passam de 45% para 50%; Cursos prioritários da área de engenharia passam de 35% para 40%; Cursos prioritários da área de licenciatura, pedagogia e "normal superior" caem de 20% para 10%. VAGAS REMANESCENTES - Além disso, segundo o MEC, está prevista nova etapa de inscrição para vagas remanescentes com prazo específico para estudantes inscritos e não aprovados. "O objetivo básico das mudanças no Fies é melhorar o número de inscrições", reafirmou o ministro. O MEC autorizou ainda que que instituições que tenham total de vagas de bolsas do Prouni inferiores às do Fies possam aumentar a oferta do financiamento estudantil na mesma proporção do ProUni (até o limite de 10% das vagas). "Vamos aumentar as vagas do Fies da mesma forma que aumentamos as do ProUni", afirmou Mercadante. PRESTAÇÃO MENOR - Outra mudança anunciada para o segundo semestre será a redução do patamar mínimo de prestação do Fies de R$ 100,00 para R$ 50,00. DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS - Em março, o Ministério da Educação já havia alterado o procedimento relacionado ao processo seletivo do primeiro semestre deste ano para permitir que a redistribuição de vagas remanescentes ocorra para outros cursos da mantenedora da instituição de ensino, e não apenas entre os cursos da própria instituição em questão. As vagas remanescentes são aquelas não ocupadas pelo processo seletivo em cursos sem candidatos em lista de espera. Nova portaria normativa detalhou que essas vagas agora poderão ser redistribuídas "entre os demais cursos da mantenedora", se esgotada a possibilidade de redistribuição entre os cursos da própria instituição de ensino. As mantenedoras são as entidades responsáveis pela manutenção das instituições de ensino superior de um mesmo grupo empresarial. OCIOSIDADE APONTADA POR SINDICATO - A mudança ocorre dias após o Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp) divulgar que quase metade (46%) das 250 mil vagas disponibilizadas pelo Financiamento Estudantil (Fies) neste primeiro semestre de 2016 não tinham sido preenchidas, segundo levantamento amostral feito com 70 associados. À época, o MEC informou que o processo seletivo do Fies ainda está em curso, por isso não é possível quantificar o número de vagas que resultaram em contratos de financiamento ou não. Ainda, de acordo com o ministério, o final do processo se dará no dia 30 de junho e que são adotadas estratégias para ocupação de eventuais vagas remanescentes. ENTENDA: SISU X PROUNI X FIES - As três siglas representam iniciativas do governo federal na gestão do ensino superior. O Sisu é a sigla para Sistema de Seleção Unificada. Através do Sisu, instituições públicas - sem cobrança de mensalidade - selecionam alunos tendo como critério a nota do candidato no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O Prouni concede bolsas de estudos integrais ou parciais em universidades privadas. O foco são estudantes que saíram de escolas públicas e têm baixa renda. Já Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) oferece contratos de financiamentos. Para se inscrever, no Fies é preciso ter feito o Enem a partir de 2010, com nota final de pelo menos 450 pontos, e ter renda familiar mensal bruta per capita de até 2,5 salários mínimos. Fonte: G1

27/04/2016

FAMETA participou de evento comemorativo ao Dia do Contabilista

No dia 25 de abril (segunda-feira), acadêmicos do curso de Ciências Contábeis da Faculdade Meta (FAMETA) participaram de um evento organizado pela Associação dos Contadores Unidos do Acre (ASCONTACRE) e o Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Acre (CRC/AC), homenageando o Dia do Contabilista, no auditório da Faculdade da Amazônia Ocidental (FAAO). De acordo com a organização, o evento teve como tema “A Informação Contábil no Contexto da Transparência Pública e da Responsabilidade Fiscal”, conduzido pelo Chefe da Controladoria Geral da União em Rondônia, Analista de Controle e Bacharel em Ciências Contábeis, Sr.º João Mourão Mendes. Houve também a participação dos representantes da CGU/AC e TCU/AC. Representando a FAMETA, os docentes e contadores Amarísio Freitas e Fabrícia Mirzaellen acompanharam os acadêmicos no evento, e segundo Freitas, a interação dos acadêmicos em eventos da classe contábil contribuem para a inserção social. “A profissão exige a contínua capacitação e troca de experiências, inclusive com os órgãos de controle e fiscalização como é o caso da CGU, TCU e CRC. Em nome da FAMETA nós agradecemos pela parceria firmada, o evento foi um espetáculo, em todos os níveis.”, finalizou o docente.